O primeiro modem (1973)

Atualizado a 5 meses


No Instituto de Física havia um grupo de engenheiros e físicos ligados à área de instrumentação eletrônica que desenvolvia projetos ligados à área de processamento digital de dados. 

No Instituto de Física havia um grupo de engenheiros e físicos ligados à área de instrumentação eletrônica que desenvolvia projetos ligados à área de processamento digital de dados. Tendo em vista que o mainframe da UFRGS, nesta época um Burroughs 6700, estava localizado no campus médico, distante em torno de 3 km, tanto do Instituto de Física como da Divisão Acadêmica do CPD que era localizada no prédio da Engenharia Elétrica no fim da Av. Osvaldo Aranha, foi definido em 1973, um projeto, sob a coordenação do Prof. Juergen Rochol, que viabilizasse a comunicação digital entre estes locais, via terminais remotos e transmissão de dados por linha telefônica.

Surgiu então o projeto do modem analógico para canal de voz telefônico, que viria a ser fabricado mais tarde pela PARKS Indústria Eletrônica Ltda., sob a sigla comercial de UP 1200 (UP: Universidade e Parks, 1200: a taxa máxima do modem). O modem é considerado o primeiro modem de fabricação nacional (1974), que foi totalmente desenvolvido e produzido no Brasil, através de um esforço conjunto entre a Universidade e uma Indústria genuinamente nacional. O modem foi comercializado durante mais de 3 anos, inclusive para o Sistema Telebrás, após sofrer algumas modificações. O modem na sua versão comercial atendia o padrão V.23 do CCITT, e transmitia em duplex 2×1200 bit/s ou 1200×75 bit/s.