O que é um mestrado?

Aluno estudando em frente a um computador No Brasil temos uma etapa anterior ao mestrado, não obrigatória mas muito importante, a Iniciação Científica. Um dos principais objetivos de trabalhar em um projeto de  Iniciação Científica é que o estudante trabalha de forma a desenvolver pensamento científico e criativo para encontrar alternativas para tratar o problema proposto no início da pesquisa. Observem que esta capacidade é importante tanto no mercado de trabalho quando no ambiente acadêmico.

Uma vez concluída a graduação o aluno têm a possibilidade de seguir um Mestrado Acadêmico, ou um Mestrado Profissional ou Aplicado. Em qualquer mestrado espera-se que ao final do curso o aluno tenha adquirido capacidade de desenvolver trabalho autônomo. Este trabalho caracteriza-se pela busca de referências, métodos e tecnologias atuais e sua aplicação de forma criativa.

O Mestrado Acadêmico tem por objetivo iniciar o aluno na pesquisa. A área de conhecimento é bem focada e constitui-se em um subconjunto da área profissional (aquela estudada em todo um curso de graduação). Além de disciplinas mais avançadas, que incluem uma parcela significativa de pesquisa bibliográfica individual e de trabalho de interpretação, é desenvolvido um trabalho de iniciação à pesquisa científica. Espera-se, no Acadêmico, a demonstração de capacidade de redação de textos científicos. Esta capacidade é evidenciada, principalmente, pelo texto da dissertação de mestrado e por publicações em veículos reconhecidos como de boa qualidade. É importante a publicação de artigos científicos durante o curso. O mestrado acadêmico é uma preparação para a pesquisa e deve ser encarado como uma etapa em direção ao doutorado. Alternativamente o Mestrado Acadêmico é útil para os interessados em trabalhar em empresas que possuem setores ligados à pesquisa e ao desenvolvimento. 

Aqueles que desenvolvem ou desejam desenvolver atividades em empresas da área de produção e estão interessados em uma maior qualificação profissional devem orientar-se para o Mestrado Profissional. Vejam a definição deste modelo feita pela CAPES:

O Mestrado Profissional (MP) é uma modalidade de Pós-Graduação stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho.

Seu objetivo é contribuir com o setor produtivo nacional no sentido de agregar um nível maior de competitividade e produtividade a empresas e organizações, sejam elas públicas ou privadas. Consequentemente, as propostas de cursos novos na modalidade Mestrado Profissional devem apresentar uma estrutura curricular que enfatize a articulação entre conhecimento atualizado, domínio da metodologia pertinente e aplicação orientada para o campo de atuação profissional específico. Para isto, uma parcela do quadro docente deve ser constituída de profissionais reconhecidos em suas áreas de conhecimento por sua qualificação e atuação destacada em campo pertinente ao da proposta do curso. O trabalho final do curso deve ser sempre vinculado a problemas reais da área de atuação do profissional-aluno e de acordo com a natureza da área e a finalidade do curso, podendo ser apresentado em diversos formatos.

O Mestrado apresenta, portanto, estas duas alternativas de formação. Uma escolha criteriosa é essencial para que os objetivos do aluno sejam satisfeitos. 

Textos associados: