Grandes desafios para as Universidades (Computação)

Grandes desafios para as Universidades

Um seminário de Grandes Desafios não é um evento científico tradicional. Seu objetivo não é apresentar resultados de trabalhos em andamento, mas sim definir questões que serão importantes para a universidade, para a ciência e para o país no longo prazo. É um evento em que o ambiente deve ser propício ao pensamento criativo, sem o excesso de críticas e necessidade de validações e provas que caracterizam as conferências tradicionais para a apresentação de resultados de pesquisa. Não é tampouco uma conferência de “defesa de idéias ou projetos pessoais”, mas sim um trabalho coletivo de identificação e caracterização de grandes problemas que se põem no futuro das universidades. É um esforço para o refinamento do pensamento mais orientado a problemas do que às disciplinas e às questões da própria área. Grandes Desafios envolvem questões associadas a “problemas centrais” que não podem ser resolvidas por trabalhos que objetivam resultados de curto-prazo. São necessários múltiplos enfoques para atacar grandes desafios, e estes deverão ser pesquisados dentro de um horizonte de longo prazo. A identificação de grandes desafios pra as universidades contribui para a formulação de projetos denominados High-Risk-High-Payoff, que têm o potencial de produzir avanços significativos no ensino e na pesquisa com aplicações sociais e tecnológicas de grande valor. Alguns aspectos característicos dos Grandes Desafios pesquisa estão resumidos a seguir.

  • Os Grandes Desafios devem ser dirigidos a avanços significativos, ao invés de conquistas incrementais baseados em resultados existentes.
  • A visão de um Grande Desafio deve estar bem além daquilo que pode ser obtido por uma modificação de currículo.
  • Os Grandes Desafios devem ser passiveis de avaliação clara e objetiva que permita definir o seu sucesso.
  • Os Grandes Desafios devem ser decomponíveis e passíveis de diagnóstico incremental, de modo a permitir mudanças de curso durante sua realização.
  • Os Grandes Desafios devem ser ambiciosos e visionários, mas não irrealistas, viáveis dentro de um prazo predefinido – 10 anos ou mais.
  • Os Grandes Desafios devem ser desafiadores e motivadores para a comunidade acadêmica e motivadores para a sociedade
  • Muitos dos problemas que os constituem são multidisciplinares em sua natureza e nas possibilidades de solução.
  • Os tópicos dos Grandes Desafios emergem de um consenso da comunidade acadêmica, para servir como um cenário de longo prazo para os professores, independentemente de políticas de financiamento ou questões conjunturais

Referências

  • Publications: culture and qualityMy position, exposed in this paper, is that the emphasis on conference publishing, in open publishing and the decline of journal publishing is not a specific Culture in Computing Research but it is the materialization of the new world supported by the Information Technologies. As the Computing Research Community has the domain of the technology it was possible to integrate this knowledge into our cultural environment. The problem now is to change the minds to accept that quality is not tied with the physical appearance of the media but it is intrinsically associated with the quality of the content. We are living in a changing world and a really great challenge is to support the new reality against the established culture.
  • Somos diferentes? Nesta crônica é analisada a característica da área de computação de publicar artigos de qualidade em conferências.
  • Alfonso Fuggetta, Challenges for the future of universities, Journal of Systems and Software, Available online 15 June 2012, ISSN 0164-1212, 10.1016/j.jss.2012.05.062. http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0164121212001525
  • The Nature of Grand Challenges – Education. Soliciting ideas for Grand Challenges in the educational sphere is novel. It involves identifying major goals whose attainment will lead to significant improvements in the educational processes associated with Computing. This is to be interpreted in a broad sense.

  • Informatics Europe is the association of computer science departments and research laboratories in Europe and neighbouring areas. The mission of the association is to foster the development of quality research and teaching in information and computer sciences, also known as Informatics. Our main activities and services include organising the annual European Computer Science Summit and the Informatics Europe Curriculum Award; offering a service of research quality assessment in the Department Evaluation initiative; organizing and publishing an extensive archive of European Research & Education institutions.