Visibilidade da pesquisa

Fui convidado para apresentar uma palestra e participar de uma mesa redonda no VIII Workshop do Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação da UNESP Em Presidente Prudente-SP. O evento foi muito produtivo gerando discussões interessantes sobre a visibilidade da pós-graduação. Procurei apresentar minha visão sobre a visibilidade da Pesquisa: hoje perdemos a visibilidade por parte da população, estamos demasiadamente preocupados em mostrar nossa produção em termos do Índice Restrito da CAPES. Vocês acham que a população, que nos paga as pesquisas, sabe o que é isso? O mundo mudou, redes sociais são essenciais para a divulgação de nosso trabalho. Precisamos mostrar a importância social do que fazemos de forma que seja possível a sua compreensão pelo público geral. A partir disso é possível relacionar a parte científica com as pesquisas desenvolvidas. As publicações são a consequência de uma pesquisa de qualidade, não o resultado da pesquisa. Então resolvi compartilhar a apresentação para meditação dos colegas da CC.

visibilidade

Vencer na Universidade em uma época de crise

Fui convidado para apresentar a palestra de abertura do 5º Simpósio de Ensino, Extensão,  Inovação, Pesquisa e Pós-graduação e 24° Seminário de Iniciação Científica da Universidade Estadual de Santa Cruz/Ilhéus-BA. O tema esta ano foi “Ciência no Brasil: consequências da (des)valorização”. 

Nesta apresentação procuro mostrar que precisamos ter consciência de nossa responsabilidade em mostrar para a Sociedade a importância e os resultados da Ciência no Brasil. A apresentação deixa claro que é nossa responsabilidade uma dedicação completa e um trabalho árduo para que tenhamos resultados significativos na pesquisa. A dedicação, o trabalho e criação de grupos criativos é essencial para um salto de qualidade na pesquisa. 

2018_Ilheus

 

Cidades Inteligentes e Sustentáveis: Um desafio além da tecnologia

“A essência da tecnologia não é algo tecnológico “

Heidegger

PédiosA citação de Heidegger tem o objetivo de salientar que a essência da utilização natural e integrada no dia-a-dia da tecnologia de computação não tem valor por si mesma. Por utilizarmos esta tecnologia de forma natural os nossos hábitos de trabalho e nossa cultura foram profundamente modificados. A tecnologia, portanto, é apenas um meio para permitir que um objetivo maior seja alcançado e não o foco principal da discussão sobre comunidades inteligentes e sustentáveis. Uma definição que é bastante empregada sobre cidades inteligentes e sustentáveis é: “Uso de tecnologias de informação e comunicação (TIC) para prover uma melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos, a um custo acessível e otimizando o uso dos recursos do planeta”. Nesta apresentação será discutido o objetivo a ser atingido nas cidades inteligentes e sustentáveis de melhorar a qualidade de vida dos cidadãos alcançando um ambiente sustentável nas áreas urbanas e as influências das TIC para a consecução deste objetivo.

2018 SBCUP

Apresentação no SBBD 2017 – Pesquisador Homenageado

Como professor e pesquisador, desde minha formatura na Escola de Engenharia da UFRGS, tive a rara sorte de acompanhar o desenvolvimento da Computação e do ensino de Banco de Dados nas universidades brasileiras. Minha ontogênese acadêmica acompanhou o percurso da história do SBBD. Esta distinção foi uma grande alegria e surpresa quando recebi o reconhecimento pelo conjunto da obra como Pesquisador Brasileiro Homenageado do ano de 2017 no SBBD (vídeo da divulgação). A apresentação no SBBD 2017 da palestra está disponível a seguir. 

2017 SBBD Prêmio - PDF