Ambiente de vivência assistida para pessoas idosas (2010-2011 )

Descrição: O objetivo deste projeto é iniciar uma colaboração de longo prazo entre a América Latina e a França, focada em informática médica, particularmente no uso da informática para assistir pessoas idosas a ter cuidado com sua saúde. Propomos definir um ambiente seguro baseado em sensores para idosos que possuem problemas de saúde e ficam em suas casas, auxiliando na sua vida cotidiana, transferindo tecnologia do hospital, know-how médico e informações do hospital para a casa e vice-versa (através de alertas). O projeto está estruturado ao entorno dos seguintes aspectos principais: (a) Arquitetura global de um ambiente baseado em serviços, com características específicas, tais como fontes de dados heterogêneas contendo diferentes tipos de dados (sensores, etc.), adaptadas a diferentes dispositivos, dinâmicas e sensíveis ao contexto (context aware); (b) Conexão entre fluxos de dados provenientes de diferentes sensores e dados permanentes; (c) Interfaces adaptativas para ambientes de redes de saúde (acompanhamento médico em casa). Como questão principal, propomos detalhar os aspectos teóricos do ambiente baseado em serviços definido por todos os parceiros envolvidos e iniciar uma colaboração frutífera ao entorno de sistemas de informação para o acompanhamento médico em casa (home-care).

Edital: STIC-AMSUD

Financiamento: CAPES (Brasil), MAEE (França), ANII (Uruguai)

Situação: Concluído : 2010-2011 

Integrantes: José Palazzo Moreira de Oliveira (coordenador – BR) / Regina Motz (coordenadora – UY) / Christine Verdier (coordenadora – F) / José Celso Freire / Sandra de Amo / Fernando Carpani / Claudia Roncamcio / Alexandra Pomare / Salma Sassi / Edson Luiz França Senne / Paulo Villas Boas / Adriana Marotta / Lorena Etcheverry / Laura Gonzales / Leandro Krug Wives / José Valdeni de Lima.

Financiadores: Ministère des Affaires Etrangères et Européennes / CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.